.

UM SORRISO, TAMBÉM, PODE SIGNIFICAR MAIS SAÚDE

Há diversas experiências que comprovam que a presença um bom palhaço causa mais influências benéficas à saúde de uma pessoa do que uma carreta cheia de medicamentos.

Voltaire chegou a afirmar que a arte da medicina consiste em manter o paciente alegre e sorrindo, enquanto a natureza faz a sua parte.

A ciência não tem dúvidas de que rir faz um bem danado à saúde.

Se você rir diante dos desafios que se apresentam na sua vida você consegue livrar-se do medo que ocorreria e que chega até a impedir você de pensar e com isso você passa a enxergar mais claramente os problemas e suas causas e a pensar nas alternativas para resolver os mesmos. Durante o riso, o cérebro libera neurotransmissores que aumentam o nível de alerta e a capacidade de concentração. Até mesmo, uma dor diminui ao praticarmos o riso.

Uma boa risada estimula os músculos da face, do abdômen e o diafragma. Se for uma risada bem descontraída e intensa a sacudida que você dá no seu corpo pode estimular, até mesmo, os músculos dos braços e das pernas. Rir também ajuda no controle da pressão arterial, protege o coração, aumenta a oxigenação do sangue e, segundo alguns estudos rir estimula células estratégicas do sistema de defesa do nosso organismo, que são responsáveis pelo combate às células cancerosas.

Tem um estudo interessante que diz que assistir à vídeos de comédias, programas humorísticos, tipo Caceta & Planeta, A Praça é Nossa e Zorra Total eleva os níveis de anticorpos na saliva, aumentando a proteção contra infecções como resfriados.

Talvez você não tenha percebido, mas, os bebês começam a rir por volta da 10ª semana de vida. Com quatro meses eles riem uma vez a cada hora, em média.

Para que você tenha uma idéia do quanto precisamos rir mais e mais, aos 4 anos, rimos uma vez a cada quatro minutos, ou seja, 360 vezes por dia, porém, quando atingimos a idade adulta, passamos a rir menos de 15 vezes por dia. Parte disso é culpa da sociedade que diz que os adultos não podem mais ser tão brincalhões como as crianças, que os adultos precisam ser sérios, mas, ATENÇÃO! Parte dessa redução nos momentos em que estamos sorrindo é nossa culpa. Portanto, é preciso mudar. Dar risadas, com certeza absoluta é mais fácil do que engolir remédios. Não é mesmo?

Para melhorar seu humor, ou seja, para que você dê mais risadas durante o dia eu o aconselho a:
– Sempre procurar ver o que há de engraçado nas coisas que ocorrem no seu dia-a-dia como, por exemplo: se as crianças fazem barulho, não deixe de perceber que quase tudo que elas falam ou escrevem tem algo de engraçado. Mesmo em situações nas quais você se envolve durante o dia e que a primeira vista possa lhe causar, até mesmo, vergonha, quase sempre existe algo de engraçado, como, por exemplo, sair de casa e só ao chegar no trabalho alguém lhe falou que sua blusa está do avesso ou o fecho de sua calça está aberto. Até mesmo, ao ouvir seu chefe contar a mesma piada pela décima vez, você deve achar graça, nem que seja pelo fato de ele estar se esquecendo que já contou aquela piada tantas vezes.

Aliás, por falar em piadas, ao ouvir uma boa piada conte-a para várias outras pessoas assim que puder. Afinal de contas você estará fazendo um bem para outros amigos que, também, vão poder rir e a você mesmo, também, pois, provavelmente, você voltará a rir da mesma piada ou da risada do seu amigo.

E atenção! Ao ouvir uma piada contada por um amigo, ria, ria bastante da piada. Seu amigo se sentirá melhor e você parecerá mais simpático, o que fará com que seu amigo o admire, ainda, mais. Isso poderá facilitar sua vida quando você tiver de pedir dinheiro emprestado para aquele amigo, por exemplo. Já pensou nisso?

Se você nunca mais encontrou aquele seu amigo engraçado que fazia você rir sempre, procure-o no catálogo telefônico, na internet, enfim, vá atrás dele. Se ele lhe faz rir, ele lhe faz bem.

Mas, se faltam piadas e fatos engraçados, crie situações engraçadas. Na frente dos espelhos, quando não tiver ninguém por perto, faça caretas para você mesmo, você vai rir de sua própria graça.

E não se esqueça Brinque com as crianças feito uma criança isso sempre faz bem.

Olhe! que um dia você vai morrer, todos nós sabemos, mas, se você, ainda, está vivo,aproveite! Viva a vida com tudo que ela tem de alegre. Sorria, Sorria muito. Sorria muito, sempre e, Tenha muito MAIS SAÚDE.

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player